Todos os posts de Dani G.

Sobre Dani G.

Sou a Dani G., uma mulher prendada, que aprendeu a cozinhar olhando a Vó Santa, que era uma quituteira de mão cheia. Lambia todas as sobras de massa de bolo e ajudava a enrolar os docinhos. Meu pai também era um grande cozinheiro, até hoje ninguém consegue fazer um filé com farofa melhor que ele. Cresci entre sabores e cores. Nossa casa sempre teve a mesa farta, mesmo em épocas de crise, de dinheiro congelado, a comida sempre foi de primeira. Para mim cozinhar é uma terapia, uma junção de temperos, cheiros, paciência e curiosidade. Gosto de inventar, de criar. Nunca fui muito de seguir receitas, na maioria das vezes dou uma "adaptada" com o que tenho em casa. Improviso. Sempre fui a que leva o lanche do coffee break, que organiza as festas da família. Amo tudo relacionado com casa e cozinha. Ao me ver casada, cuidando da minha própria casa, vi que o trabalho da Amélia moderna não era fácil, teve horas que quis desistir do "serviço", mas a paixão pela cozinha (e a fome!) falou mais alto. Passei a fotografar as minhas comidas e colocá-las no meu álbum do orkut para provocar a fome das pessoas . Com isso atrai uma legião de amigas e amigos esfomeados, rs, querendo receita disso e daquilo. Gente telefonando querendo saber como fazer o peru do natal. E, finalmente após enrolar muito, resolvi abrir o meu food blog e dividir não só receitas, mas tudo aquilo que tem a ver com a casa. Receitas, badaluques, decoração, novidades, lojinhas legais... enfim, tudo que a querida dona da casa (note que é dona DA casa, não dona DE casa!) gosta. Boa leitura e bom apetite !

Carpa ao forno & outras Delícias do Danúbio !

Desculpem o sumiço, juntou viagens sem internet, menino querendo atenção e priguicitis aguda, e nunca mais postei nesse blog. Vamos ver se agora em 2010 a coisa engrena ! 🙂

Então, em maio do ano passado fomos conhecer a região do Delta do Rio Danúbio aqui na Romênia. Um lugar lindo, que fica só a duas horas aqui da minha cidade. E, lógico eu aproveitei pra degustar peixes e outras delícias regionais !

Uma das coisas mais gostosas aqui da Romênia, são as sopas, ou CIORBA como eles chamam. Essa da foto abaixo eu comi no hotel  lá do Delta, e era de carneiro. Delícia !

Pro jantar o chef do hotel nos sugiriu o comer Zander (pike) que é um peixe muito comum no Danúbio e nos rios do sul da Rússia, ele foi feito com Smantana, que é na realidade Sour Cream, muito comum na Romênia.

 

E de sobremesa fomos de Creme Caramel, o nosso pudim de leite. 🙂

Em nossa segunda noite no Delta, tivemos uma apresentação de um grupo folclórico da região. Na realidade, eles possuem mais características russas e ucranianas, do que romenas, devida a proximade com esses outros países. Achei o tipo de música bem mais animado do que o folclore tradicional da Romênia !

E, enquanto eles cantavam e dançavam, a gente degustava um super churrasco entre os aplausos. Eu fui de Scrumbie:

 

E, entre um pelicano e outro (o da foto abaixo é fake, tirei no aquário de Tulcea),

comemos no restaurante do Hotel Mon Jardin, o Papanasi , a sobremesa romena mais famosa  !

Lá do Delta eu trouxe um livreto chamado “Aroma Tradicional do Delta”, com algumas receitas dos peixes do Danúbio. Uma mão na roda, já que não sou muito conhecedora dos peixes dessa região. O Marc, meu marido, se empolgou e chegou em casa com uma carpa fresquinha. Daí, abri o livro e achei essa receita bem prática, que é totalmente danilicious ! 😉

Carpa ao Forno

Pegue uma carpa de aproximadamente 2kg, limpe-a e corte em duas bandas.

Pincele uma forma ou refratário grande com azeite de oliva (ou óleo de girasol). Em seguida forre a forma com uma camada de batatas cortadas em rodelas. Sobre as batatas coloque o peixe com a pele para baixo. Regue o peixe com mais azeite de oliva (eu usei um azeite que trouxe da Toscana que é aromatizado com limões sicilianos).

Coloque para assar em forno médio até que fique dourado.

A parte, faça uma mistura com alho amassado, sal, pimenta do reino, extrato de tomate e vinho branco. Coloque essa mistura sobre o peixe já dourado (cubra todo o peixe) e coloque novamente no forno por mais ou menos 15 minutos para apurar a fragância do molho.

Retire do forno e decore com umas fatias de limão e sirva em seguida, com arroz branco e vegetais !

Bom apetite !

Sabores da Romênia

Uma das melhores coisas de ser expatriado é aventurar pelos sabores e cultura de outro país. A gente tem um determinado tempo, no nosso caso 3 anos, para desbravar o paladar do novo país. Daí, que tudo vira motivo de festa. Melhor ainda, aproveitar a festa dos nossos anfitriões !

A Páscoa aqui na Romênia, um país cristão ortodoxo, é uma semana depois da Páscoa católica. Então enquanto no Brasil, por exemplo, tá todo mundo se entupindo de chocolates, aqui ainda estão celebrando o Domingo de Ramos.

E, é no Domingo de Ramos que a cidade onde eu moro, Galati, faz um super festival gastronômico. Vem gente de tudo que é lugar passar o dia comendo Scrumbie, o peixe do Rio Danúbio, assado ali na hora. O calçadão aqui do Danúbio fica lotado, fecham a rua, fazem shows, música altíssima. Uma verdadeira festa brasileira, ops, romena 🙂

dsc02890

Vocês já viram panqueca no espeto ? Pois bem, esse aí da foto é o Kürtos Kolac. Pelo trema e quantidade açúcar, dá pra perceber que é de origem turca.

dsc02891

 Depois de assados, os Kürtos Kolac podem ter sabor de nozes, côco, mais açúcar, etc etc.

dsc02892

Já nas churrasqueiras encontrei linguiças variadas e o Mici. Que vem a ser um parente próximos das kaftas: carne de porco moída temperada com ervas e pimentas. Coloca ali pra grelhar, e temos as tapas romenas ! São maravilhosas, para comer com pão e mostarda.

dsc02893

 E, na foto acima, o homenageado do dia: Scrumbie. Que é da família das sardinhas. Só faltou um vinagrete e farofa 🙂

dsc02898

Sentamos nessas mesas espalhadas ao longo do calçadão, comemos nossas tapas com cervejinha e o dia foi loooongo !!

A Romênia não é danilicious ?