Carpa ao forno & outras Delícias do Danúbio !

Desculpem o sumiço, juntou viagens sem internet, menino querendo atenção e priguicitis aguda, e nunca mais postei nesse blog. Vamos ver se agora em 2010 a coisa engrena !🙂

Então, em maio do ano passado fomos conhecer a região do Delta do Rio Danúbio aqui na Romênia. Um lugar lindo, que fica só a duas horas aqui da minha cidade. E, lógico eu aproveitei pra degustar peixes e outras delícias regionais !

Uma das coisas mais gostosas aqui da Romênia, são as sopas, ou CIORBA como eles chamam. Essa da foto abaixo eu comi no hotel  lá do Delta, e era de carneiro. Delícia !

Pro jantar o chef do hotel nos sugiriu o comer Zander (pike) que é um peixe muito comum no Danúbio e nos rios do sul da Rússia, ele foi feito com Smantana, que é na realidade Sour Cream, muito comum na Romênia.

 

E de sobremesa fomos de Creme Caramel, o nosso pudim de leite.🙂

Em nossa segunda noite no Delta, tivemos uma apresentação de um grupo folclórico da região. Na realidade, eles possuem mais características russas e ucranianas, do que romenas, devida a proximade com esses outros países. Achei o tipo de música bem mais animado do que o folclore tradicional da Romênia !

E, enquanto eles cantavam e dançavam, a gente degustava um super churrasco entre os aplausos. Eu fui de Scrumbie:

 

E, entre um pelicano e outro (o da foto abaixo é fake, tirei no aquário de Tulcea),

comemos no restaurante do Hotel Mon Jardin, o Papanasi , a sobremesa romena mais famosa  !

Lá do Delta eu trouxe um livreto chamado “Aroma Tradicional do Delta”, com algumas receitas dos peixes do Danúbio. Uma mão na roda, já que não sou muito conhecedora dos peixes dessa região. O Marc, meu marido, se empolgou e chegou em casa com uma carpa fresquinha. Daí, abri o livro e achei essa receita bem prática, que é totalmente danilicious !😉

Carpa ao Forno

Pegue uma carpa de aproximadamente 2kg, limpe-a e corte em duas bandas.

Pincele uma forma ou refratário grande com azeite de oliva (ou óleo de girasol). Em seguida forre a forma com uma camada de batatas cortadas em rodelas. Sobre as batatas coloque o peixe com a pele para baixo. Regue o peixe com mais azeite de oliva (eu usei um azeite que trouxe da Toscana que é aromatizado com limões sicilianos).

Coloque para assar em forno médio até que fique dourado.

A parte, faça uma mistura com alho amassado, sal, pimenta do reino, extrato de tomate e vinho branco. Coloque essa mistura sobre o peixe já dourado (cubra todo o peixe) e coloque novamente no forno por mais ou menos 15 minutos para apurar a fragância do molho.

Retire do forno e decore com umas fatias de limão e sirva em seguida, com arroz branco e vegetais !

Bom apetite !

Sabores da Romênia

Uma das melhores coisas de ser expatriado é aventurar pelos sabores e cultura de outro país. A gente tem um determinado tempo, no nosso caso 3 anos, para desbravar o paladar do novo país. Daí, que tudo vira motivo de festa. Melhor ainda, aproveitar a festa dos nossos anfitriões !

A Páscoa aqui na Romênia, um país cristão ortodoxo, é uma semana depois da Páscoa católica. Então enquanto no Brasil, por exemplo, tá todo mundo se entupindo de chocolates, aqui ainda estão celebrando o Domingo de Ramos.

E, é no Domingo de Ramos que a cidade onde eu moro, Galati, faz um super festival gastronômico. Vem gente de tudo que é lugar passar o dia comendo Scrumbie, o peixe do Rio Danúbio, assado ali na hora. O calçadão aqui do Danúbio fica lotado, fecham a rua, fazem shows, música altíssima. Uma verdadeira festa brasileira, ops, romena🙂

dsc02890

Vocês já viram panqueca no espeto ? Pois bem, esse aí da foto é o Kürtos Kolac. Pelo trema e quantidade açúcar, dá pra perceber que é de origem turca.

dsc02891

 Depois de assados, os Kürtos Kolac podem ter sabor de nozes, côco, mais açúcar, etc etc.

dsc02892

Já nas churrasqueiras encontrei linguiças variadas e o Mici. Que vem a ser um parente próximos das kaftas: carne de porco moída temperada com ervas e pimentas. Coloca ali pra grelhar, e temos as tapas romenas ! São maravilhosas, para comer com pão e mostarda.

dsc02893

 E, na foto acima, o homenageado do dia: Scrumbie. Que é da família das sardinhas. Só faltou um vinagrete e farofa🙂

dsc02898

Sentamos nessas mesas espalhadas ao longo do calçadão, comemos nossas tapas com cervejinha e o dia foi loooongo !!

A Romênia não é danilicious ?

Costelinha de carneiro & Abóbora Picante gratinada

O domingo de Páscoa foi festivo aqui em casa. Recebemos visita da família belga, tivemos um super café da manhã com direito a croissants, panetones de Páscoa (aqui na Romênia come-se panetones maravilhosos essas época!), e muito chocolate !

easter breakfast

Pro almoço fiz carneiro assado com uma abóbora (ou jerimum como se diz em Manaus) de forno e vagem com brocóli. Ficou uma delícia e não deu pra quem quis, rs.

Arrumei a mesa com arranjos de rosas dentro de copos de conhaques, ficou delicado e não atrapalhou o serviço (nada pior do que aqueles arranjos enormes que não dá pra ver quem está no outro lado da mesa, não é ?).

mesa pascoa

A foto do prato servido não ficou muito “organizado” pq o filhote, de 1 ano e 9 meses, meteu a mão e roubou a minha costeleta ! Tive que pegar de volta para tirar a foto, rs.

carneiro_abobora

O carneiro (1,5kg) foi feito assim:

Misturei 8 dentes de alho amassados, bastante cúrcuma, fleur de sal (ou sal marinho), pimenta do reino moída e suco de dois limões. Envolvi cada costelinha nesse molho e deixei marinar por 2 horas e levei ao forno para assar por aproximadamente 1 hora. Depois de 30 minutos de forno, virei as costeletas para dourar bem todos os lados.

carneiro

Abóbora/Jerimum Gratinado:

Corte uma abóbora (usei 1kg) em cubos médios, sem as sementes

Em uma vasilha grande misture 1 dente de alho amassado, 1 colher de sopa de tomilho, 1 colher de sopa de gengibre em pó, pitada de chili, pitada de sal e misture tudo com 2 colheres de sopa de azeite de oliva. Envolva os cubos de abóbora nessa mistura e espalhe a abóbora num refratário grande. Coloque para assar em forno pré aquecido (200°) por 40 minutos até ficar bem dourado. Tire do forno e salpique 75g de queijo cheddar ou ementhal ralado e retorne ao forno por uns 5 minutos para gratinar.

Voilà!🙂

Fotoblog de verão !

Pedroca la em cima leu meu post aqui do blog e
na mesma semana mandou um solzão pra gente !
Sorte nossa, ja que tinhamos programado de irmos
à Knokke, a praia mais fashion-tudo-de-bom-bam-bam-bam
da Bélgica. E como eu sou pobre, mas sou confiada,
adorei tudo, fotografei, comi frutos do mar e
voltei pra casa linda, loira e japonesa.
O meio de transporte mais usado em Knokke.

Estatuetas enfeitam o calçadão da
Miami South Beach belga

Me senti na Barra da Tijuca.

Até o bazar é fino. Esqueceu de trazer alguma coisa ?


Ha galerias de artes para todos os gostos.

O povo se acabando na sorveteria !

Uma vibe meio Buzios essa estatua.

Pra quem não quer mar gelado, tem a versão
do Beach Park belga com aguas aquecidas.

Um apêzinho de um quarto aqui, custa o preço
da minha casa com quatro quartos.
– Dê-me a penthouse, please.

Biquines cacharel so 25 pilas.

Barracas a la Praia do Futuro, tb tem.

Sanduicheee naturaaallll !!!
Que nada, é Boules de Berlin, ou melhor,
aquele sonho de padaria !

Daih fomos passear no Parque de Leuven.

Que tal velejar no lago do parque ?


Também pode pescar.

Ou descansar na sombra e agua fresca.


E até mesmo farofar no Piscinão de Ramos
versão smurfland.

Gostaram ? Calma, que hj ja vamos pras Ardennes,
passaremos uma semana em minha residência de verão
(tô me achando!) e mais adiante ainda rola a ultima
viagem do verão, pra um lugar distante e nunca
mencionado nesse blog !🙂

Até a volta !

Dia Nacional da Bélgica

Segunda passada, dia 21, foi feriado nacional. O Dia da Bélgica. O clima tava horroroso, chuvendo e frio. Fim de semana assim é deprimente, vc fica enclausurado em casa. Mas, na segunda, ja não aguentavamos mais, resolvemos sair mesmo com esse tempo ! Fomo então até o centro de Bruxelas, mas precisamente ao parque em frente ao Palacio Real. Tentamos ver o desfile militar, mas tava lotadissimo, então preferimos zanzar pelo parque !

As ruas estavam vazias, bom pra ver os detalhes dos prédios.

O povo vindo de todos os lugares pra prestigiar o rei (sera?).

Tinha policia, policia militar, exército e toda a tropa de elite belga.

 

Se bem que o exército preferiu um sorvetinho bem democratico ao lado da moça de véu !

A jornalista perguntava: “Vc acha que esse é o ultimo dia nacional da Bélgica?”

Aviões com fumaças coloridas, “ah, é a bandeira da Bélgicaa!”. O Gabs achou legal.

Vi as motos da policia militar. Foi o que vi do desfile !

E alguns aviões pingados. Segundo o Marc deviam ser os mesmos, que iam e viam pra fingir que a frota era maior, rs.

A criançada se esbaldou no parque !!!

Paramos pra um café pra esquentar do frio !

Tb tinha cerejas, mas essas eu tenho em casa !

E todas as atrações eram gratuitas. Alegria pra todos os papais de Bruxelas, um dia de diversão sem pagar. Que beleza.

Sera que no ano que vem tem mais ?